Governo federal entrega moradias a 1.120 famílias de baixa renda em Maceió

A entrega dos residenciais Parque da Lagoa, Alameda do Farol e Alameda Jatiúca vai beneficiar cerca de 4,4 mil pessoas com a casa própria

atualizado 28/06/2022 11:40

Moradias entregues em Maceió pelo governo federalDênio Simões/MDR

O governo federal entrega, nesta terça-feira (28/6), por meio Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), 1.120 moradias a famílias de baixa renda da cidade de Maceió, capital de Alagoas. O presidente da República Jair Bolsonaro (PL) e o ministro Daniel Ferreira participam da cerimônia.

A entrega dos residenciais Parque da Lagoa, Alameda do Farol e Alameda Jatiúca vai beneficiar cerca de 4,4 mil pessoas com a casa própria.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

“A moradia digna é um direito constitucional de toda a população brasileira, está na Constituição da República e é o elemento primário da dignidade”, destaca o ministro Daniel Ferreira. “A garantia da casa própria é a garantia da segurança de dormir com a sua família em um lugar que é seu, que é pago com o dinheiro do seu trabalho, com o seu esforço, é a realização do sonho das pessoas”, completa.

Juntos, os investimentos federais, por meio por meio do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), nos residenciais Alamedas Jatiúca e Alameda do Farol, somam R$ 76,8 milhões. Deste total, R$ 73,4 milhões foram repassados desde 2019.

Cada residencial é composto por 480 apartamentos de dois quartos, distribuídos em 120 blocos de dois andares, com quatro moradias por andar. Os conjuntos habitacionais contam com infraestrutura completa de água, esgoto, iluminação pública, energia elétrica, pavimentação e drenagem, além de creche, duas escolas e posto de saúde nas proximidades.

Os conjuntos habitacionais têm infraestrutura completa de água, esgoto, iluminação pública, energia elétrica, pavimentação e drenagem, além de creche, duas escolas e posto de saúde nas proximidades.

Entrega parcial

Será inaugurado parcialmente o Residencial Parque da Lagoa, com 160 apartamentos. Ao todo, o empreendimento vai contar com 1.776 unidades habitacionais, divididas em 88 edifícios de cinco pavimentos e um edifício de quatro pavimentos, todos com quatro unidades por andar. O residencial conta com creche, escola, posto de saúde e de segurança nas proximidades.

Com um aporte total de R$ 142 milhões, o Residencial Parque da Lagoa recebeu, desde 2019, R$ 65 milhões em recursos do governo federal, por meio do FAR, representando 45,75% do valor total do empreendimento. Como contrapartida, houve doação do terreno por parte do poder público municipal.

Mais lidas
Últimas notícias