*
 

O governo efetivou nesta quarta-feira (13/6) Wagner Rosário no cargo de ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União. O decreto de nomeação, assinado pelo presidente Temer, foi publicado no Diário Oficial da União. A confirmação de Rosário no comando do órgão de controle interno encerra o período de substituição no cargo, iniciado em 31 de maio de 2017

Natural de Juiz de Fora (MG), Rosário tem 42 anos e é auditor federal de Finanças e Controle desde 2009. É o primeiro servidor de carreira do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) a assumir o comando do órgão de controle interno do Governo. Tornou-se também o primeiro secretário-executivo oriundo da carreira, em agosto de 2016.

No órgão de controle interno, Rosário já atuou na coordenação de Operações Especiais, responsável por investigações conjuntas de combate à corrupção, em articulação com a Polícia Federal, Ministérios Públicos (Federal e Estadual) e outros órgãos. Antes de ingressar na CGU, ele trabalhou no Exército, chegando ao posto de capitão.

Wagner Rosário possui mestrado em Combate à Corrupção e Estado de Direito pela Universidade de Salamanca, da Espanha, com a tese “O papel do controle interno na luta contra a corrupção, com ênfase na investigação conjunta desenvolvida no Brasil e na Espanha”, publicada em 2016. É graduado em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).