Goleiro Bruno é garoto-propaganda de canil 10 anos após homicídio de Eliza

As imagens postadas nesta terça-feira na página do Instagram Friendsbullkennel provocaram forte reação

atualizado 24/06/2020 17:42

Reprodução: Instagram

O goleiro Bruno Fernandes, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, virou garoto-propaganda de… um canil. A postagem, feita nessa terça-feira (23/06) na página do Instagram Friendsbullkennel, provocou forte reação, já que, na época do assassinato, testemunhas afirmaram que restos da modelo foram jogados para serem devorados por cachorros.

Veja:

0

Após tanta repercussão, o Friendsbullkennel acabou desativando os comentários. Mas no Twitter internautas seguiram criticando a ação.

O goleiro também postou as fotos em sua conta, onde permaneciam podendo ser acessadas na tarde desta quarta-feira (24/06).

Bruno foi condenado por 20 anos e 9 meses  por homicídio triplamente qualificado pela morte e ocultação de cadáver da mãe de seu filho, Eliza Samudio, em 2010.

“Simulação”

Em 2013, o delegado Edson Moreira, responsável pelo caso, afirmou que na realidade o que teria ocorrido foi uma “simulação”. Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, teria fingido jogar o corpo de Elisa aos cães para confundir as demais testemunhas presentes no sítio.

Últimas notícias