Garotos de programa são presos por extorquir e ameaçar clientes

Bruno e Adryann usavam as redes sociais para atrair clientes, gravavam a relação sexual e exigiam dinheiro para não divulgar os vídeos

Reprodução/ Governo de GoiásReprodução/ Governo de Goiás

atualizado 21/11/2019 19:56

Dois jovens que trabalham como garotos de programa foram presos suspeitos de extorsão nessa quarta-feira (20/11/2019) em Aparecida de Goiânia. De acordo com informações da Polícia Civil, Bruno dos Santos, 25 anos, e Adryann Fonseca Martins, 18, usavam as redes sociais para atrair clientes, gravavam a relação sexual e exigiam dinheiro para não divulgar os vídeos.

Grandes quantias de dinheiro eram exigidas em troca do suposto anonimato. Os suspeitos também tentavam convencer os clientes a enviarem nudes para depois serem usadas como chantagem. A extorsão às vezes continuava mesmo depois do pagamento.

A suspeita é que Bruno e Adryann tenham chantageado várias pessoas e, até o momento, três vítimas procuraram a delegacia para prestar depoimento.

Confira a matéria completa no site Emais Goiás, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias