Funcionário do metrô BH morre atropelado por um trem dentro de estação

O maquinista do metrô relatou aos militares que não viu o homem no trilho

atualizado 24/09/2020 15:25

Um funcionário do metrô de BH morreu depois de ser atropelado por um trem, na Estação Carlos Prates, na região Noroeste da capital mineira, na noite dessa quarta-feira (23/9). A Polícia Militar foi acionada por volta das 22h, mas quando chegou ao local, Carlos Henrique de Souza, de 52 anos já estava sem vida.

O segurança do metrô, Elio Gomes, presenciou o acidente. Ele contou à polícia que os dois estavam fazendo uma ronda pelo pontilhão quando começou a chover e eles correram em busca de abrigo. Nesse momento, Elio recebeu um telefonema da esposa e quando foi atender o celular viu o trem se aproximando. Ele gritou para avisar Cláudio, no entanto, não foi ouvido pelo colega. O trem atingiu o homem pelas costas. Elio contou que não escutou o apito do trem enquanto se aproximava.

Leia mais em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias