Foragido responsável por queda de prédio no RJ se entrega à polícia

Rafael Gomes da Costa, de 26 anos, foi preso no Leblon neste sábado. Outros dois suspeitos continuam foragidos

REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOREGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 19/05/2019 10:08

Um dos três foragidos apontados como responsáveis pelo desabamento dos prédios na Muzema, no Rio de Janeiro, se entregou à Polícia Civil neste sábado (18/05/2019). Rafael Gomes da Costa, 26 anos, foi preso no Leblon e levado para a 16ª delegacia na Barra da Tijuca, que investiga o caso.

Os outros dois suspeitos continuam foragidos. A Justiça decretou a prisão deles no último 19 de abril, quando foram reconhecidos por vítimas enquanto prestavam depoimento na delegacia. Além do desabamento, eles também são investigados por envolvimento em milícias, segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

No início do mês, policiais fizeram uma operação contra a milícia que atua na Muzema. O objetivo era buscar documentos e computadores para auxiliar no inquérito sobre o desabamento de dois prédios na comunidade, no último 12 de abril, que deixou 24 mortos.

Os prédios que desabaram eram ilegais, ou seja, não tinham autorização da prefeitura para serem construídos. As obras chegaram a ser embargadas em novembro do ano passado, mas isso não impediu que seus apartamentos fossem ocupados. A polícia busca os responsáveis pelas construções.

A região das construções – que inclui outros edifícios – é uma área de proteção ambiental (APA) que só permite casas. “Na Muzema, as construções não obedecem aos parâmetros de edificações estabelecidos, como afastamento frontal, gabarito, ocupação, número de unidades e de vagas”, destaca o governo carioca.

Últimas notícias