Filhas de contador morto após briga de trânsito no Rio estão em choque

As meninas de 16 e 4 anos viram o pai ser assassinado na noite de sábado (11/05/2019), em Jacarepaguá

ReproduçãoReprodução

atualizado 13/05/2019 7:45

Testemunhas de um crime brutal, as duas filhas do contador Marcio Fernandes Carpintier, 50 anos, estão em choque. O pai foi assassinado na noite de sábado (11/05/2019), após se envolver em uma briga de trânsito em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio.

O motorista dirigia pela Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão quando foi atingido por um tiro disparado por um motociclista. Marcio estava no carro com as filhas, uma de 16 anos e outra de quatro, além da esposa.

“A mulher dele está traumatizada. A filha menor pergunta a todo instante pelo pai, a mais velha, que estava ao lado dele no carro, ficou abalada. Minha mãe de 89 anos passou por duas operações de câncer e agora essa notícia. Está muito difícil para ela. Tudo isso por um mal entendido de trânsito”, disse a irmã de Marcio, Rosângela Carpintier, ao jornal O Dia.

Carpintier teria se desentendido com o motociclista quando deixava um shopping e abaixou o vidro do carro para xingá-lo. O acusado pelos disparos, de acordo com o que foi apurado no local pela Polícia Militar, teria seguido o carro da família e, por fim, atirado na nuca da vítima.

Em razão do ferimento, Carpintier perdeu o controle do carro e bateu em um muro. As três pessoas que estavam com ele não se feriram. O motorista fugiu. O caso será encaminhado para a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro.

Últimas notícias