Faxineira é morta a facadas pelo próprio filho no Guarujá (SP)

Vítima chegou a ser socorrida e levada a uma UPA por vizinhos, mas não resistiu. Suspeito confessou o crime e foi preso em flagrante

atualizado 18/04/2021 19:32

Anderson Moraes, suspeito de matar a mãe, Francisca MoraesArquivo Pessoal

São Paulo – A faxineira Francisca Moraes, 50 anos, foi morta a facadas pelo filho, Anderson Moraes. O jovem de 25 anos foi preso em flagrante na tarde de sábado (17/4), no bairro Vila Zilda, no Guarujá, litoral paulista.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram chamados ao local e apuraram que vizinhos haviam socorrido Francisca e a levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – PAM Rodoviária. Entretanto, ela faleceu minutos depois.

A filha da vítima, que não teve o nome revelado, relatou à PM que ouviu gritos da mãe e a viu caída e ensanguentada no chão. Segundo ela, Francisca disse que “seu filho queria matá-la e agora havia conseguido”.

Além disso, um vizinho contou que viu a vítima sentada em uma poltrona fora da casa quando o suspeito desferiu um golpe em suas costas, com objeto semelhante a um punhal.

Francisca Moraes, faxineira morta pelo filho no Guarujá
Francisca Moraes, faxineira morta pelo filho no Guarujá

Dessa maneira, a Polícia Militar realizou buscas e encontrou um abridor de coco e uma camiseta com manchas aparentemente de sangue. Os materiais foram apreendidos para análise pericial, informa a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP).

À PM, Anderson Moraes disse que a mãe teria caído e batido a cabeça no chão, mas depois se rendeu, sem oferecer resistência. Ele não informou a motivação do crime e responderá por homicídio qualificado. O caso foi registrado no Departamento de Polícia Civil em Guarujá.

A Polícia Civil prossegue com as investigações para esclarecer as circunstâncias do crime.

Últimas notícias