Famosos prestam apoio a mulher trans que acusa loja de preconceito

Uma loja está sendo acusada de ter alterado as regras de um sorteio após descobrir que a vencedora é uma mulher transgênero

atualizado 28/12/2020 15:53

TransfobiaReprodução

Um estabelecimento comercial em Campos dos Goytacazes (RJ) está sendo acusado de ter alterado as regras de um sorteio após descobrir que a vencedora é uma mulher transgênero.

A Junior Cars Motors anunciou o resultado da promoção, que daria uma motocicleta para o usuário que seguisse as determinações listadas em uma publicação de setembro. Thaylla Ferrarini foi selecionada entre os participantes, mas acredita que não recebeu o prêmio por transfobia.

O caso teve alta repercussão nas redes sociais e Thaylla recebeu apoio de diversos nomes conhecidos da comunidade LGBTQ+. “Ainda não caiu minha ficha diante desse apoio todo de vários famosos, como a cantora Bianka, a ex-BBB Ariadna, Luísa Marilac”, disse Thaylla.

0

“Estou muito abalada e triste porque é uma pressão psicológica muito grande. Minha intenção era pegar a moto e investir em mim, em meu corpo. Falei que iria processar, mas ele falou que era pra processar que isso não assusta ele.”, contou a jovem, que afirmou já ter entrado com um processo contra a loja.

Após o caso, o homem (foto em destaque) que realizou o sorteio um dia antes explicou que a mulher não recebeu as fotos por não ter seguido as regras da promoção. Procurada, a empresa não comentou.

Últimas notícias