Fachin nega pedido de habeas corpus para desembargadora Lígia Ramos

Defesa da desembargadora alega que ela foi presa sem os requisitos autorizadores para decretação de medida

atualizado 05/02/2021 13:13

Divulgação

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa da desembargadora Lígia Ramos, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

A desembargadora foi presa em 20 de dezembro de 2020, na Operação Faroeste. Anteriormente, a ministra Rosa Weber, no exercício interino da presidência do STF, negou habeas corpus para a desembargadora.

Leia mais em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias