Ex-namorada faz homenagem a Hello Kitty: “Ainda te sinto comigo”

DJ Isa fez uma camiseta em homenagem à criminosa, morta em uma operação policial, e desabafou sobre a perda

atualizado 17/07/2021 21:50

Hello Kit com sua ex-namorada DJ IsaReprodução

A funkeira MC Isa fez uma homenagem à ex-namorada Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, mais conhecida como Hello Kitty, morta durante operação policial na última sexta-feira (16/7), na comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

“Não existem distâncias quando alguém significa tudo pra você. Você se foi mas ainda te sinto comigo em todos os lugares que eu vou. Te carrego do lado esquerdo do peito e sorrio sozinha sempre que penso em você. A tristeza que eu sinto não será maior que a alegria de ter vivido uma parte dessa vida com você. Te amarei eternamente. Brilha, meu, amor”, escreveu Isa, na legenda de uma foto em que mostra uma camiseta estampada com o nome de Rayane e a mesma mensagem.

Ao longo do dia, Isa fez outras publicações desabafando sobre a morte da ex,  acusada de liderar o tráfico de drogas na comunidade. “Pior dia da minha vida. Queria conseguir dormir para sonhar com você, meu anjinho”, escreveu.

Isa e Rayane namoraram em 2020. Apesar da criminosa ser procurada pela polícia, o casal estava sempre postando fotos nas redes sociais em clima de romance.

0

Segundo a Polícia Militar, Rayane foi morta durante operação para checar uma denúncia sobre uma família que estaria sendo feita refém. Os policiais, no entanto, teriam encontrado a criminosa e seu mentor, Alessandro Luiz Vieira Moura, mais conhecido como Vinte Anos; durante confronto, os dois morreram.

Segundo a corporação militar, o Complexo do Salgueiro é conhecido como “hotel do tráfico”, uma espécie de resort do crime, onde bandidos procurados se hospedam e se escondem das polícias. Apelidada na região de “Dama do Tráfico”, Hello Kitty era a principal parceira de Vinte Anos, líder do tráfico local.

Ela também era acusada de integrar quadrilhas de veículos e estava sendo investigada em pelo menos duas delegacias.

Mais lidas
Últimas notícias