Escolas fechadas vão causar uma epidemia de analfabetismo, diz pesquisador

Unidades fechadas influenciam diretamente crianças em idade de alfabetização, afirma o professor da UnB Marcelo Hermes

atualizado 26/01/2021 13:49

Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro

Apesar de outros serviços como bares, restaurantes, lojas e shoppings estarem em funcionamento, as escolas permanecem de portas fechadas por opção de prefeitos e governadores.

Para o professor da UnB Marcelo Hermes, doutor em bioquímica, cientometrista e colunista do Livre, deixar as crianças fora da escola representa um problema grave. Segundo ele, o Brasil deve enfrentar uma epidemia de analfabestimo num futuro próximo.

Leia mais em O Livre, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias