Em hospital do RS, 110 funcionários são afastados em um dia por Covid

Para conter a transmissão do vírus, os pacientes internados não poderão receber visitas a partir desta sexta-feira (14/1)

atualizado 12/01/2022 13:06

Hospital ConceiçãoDivulgação

Em apenas 24 horas, 11o colaboradores das unidades do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), de Porto Alegre, foram afastados do trabalho por suspeitas ou confirmação de coronavírus.

A informação foi divulgada nessa terça-feira (11/1), durante o segundo dia da operação que testa os profissionais de saúde com sintomas respiratórios. A medida foi tomada na segunda por causa de uma alta nos diagnósticos constatada depois das festas de fim de ano.

Desde o início do ano, foram afastados 395 profissionais. Desses, 115 tiveram teste positivo para Covid-19. Em um post no Twitter, a repórter Larissa Rosso detalhou os dados:

Com o aumento da preocupação, os pacientes internados nos hospitais da rede, em Porto Alegre, não poderão receber visitas a partir desta sexta-feira (14/1). Os acompanhantes são a única exceção para a regra, e continuarão com o acesso às unidades permitido.

A suspensão das visitas engloba todas as alas dos hospitais Nossa Senhora da Conceição, Criança Conceição, Cristo Redentor e Fêmina.

O crescimento de casos de pessoas infectadas nas instituições é proporcional ao restante do estado. De acordo com o boletim divulgado na terça-feira pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), mais de 10 mil casos da doença foram reportados no Rio Grande do Sul no dia.

Mais lidas
Últimas notícias