Em cinco dias de fiscalização, Rio registra mais de 5 mil autuações

Durante a pausa emergencial de 10 dias, foram aplicadas 371 multas a estabelecimentos e ambulantes na cidade

atualizado 31/03/2021 11:42

Cariocas e turistas ignoram medidas restritivas e permanecem nas areias das praias do RioAline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – Em cinco dias de fiscalização no período da pausa emergencial, que determina apenas o funcionamento de serviços essenciais da cidade para conter o avanço da Covid-19, a prefeitura do Rio registrou 5.098 autuações, entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias.

Durante esse período, foram aplicadas 371 multas a bares, restaurantes e ambulantes, além da interdição de 48 estabelecimentos que descumpriam as determinações atuais.

Apenas na última terça-feira (30/3), a Secretaria de Ordem Pública (Seop) contabilizou 764 autuações, com três estabelecimentos fechados e 40 multas a ambulantes, restaurantes e bares.

A força-tarefa da Guarda Municipal fez ações em bairros onde são registradas aglomerações e atende denúncias enviadas por cidadãos. Os agentes também realizaram patrulhamento em toda a orla da cidade para orientar banhistas sobre a proibição da permanência na areia.

Equipes do Grupamento Especial de Trânsito (GET) percorreram toda orla para fiscalização da proibição de estacionamento contida no decreto. Nessa terça-feira (30/3), foram multados 155 veículos.

O patrulhamento também foi reforçado nas estações do BRT, com equipes atuando para coibir aglomerações e a ocorrência de calotes. Ação ocorre nos três corredores do sistema: Transcarioca, Transolímpica e Transoeste.

0

 

 

Últimas notícias