metropoles.com

Simone Tebet declara “total apoio” à campanha de Lula no 2º turno

Senadora do MDB afirma que irá se engajar na campanha do ex-presidente e Lula disse que Tebet irá ajudar “do jeito que ela quiser”

atualizado

Compartilhar notícia

Fábio Vieira/Metrópoles
Simone Tebet (MDB) e Lula (PT) confraternizam durante a campanha presidencial de 2022 - Metrópoles
1 de 1 Simone Tebet (MDB) e Lula (PT) confraternizam durante a campanha presidencial de 2022 - Metrópoles - Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

No primeiro encontro público após declarar seu voto no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno, a senadora Simone Tebet (MDB) afirmou nesta sexta-feira (7/10) que dará “total apoio” à campanha do petista e a um eventual governo dele e se colocou à disposição para rodar o país para ajudar a elegê-lo.

Tebet ressaltou que tem diferenças políticas e econômicas com Lula, mas que o que os une neste momento é a defesa da democracia e o respeito à Constituição.

“Fica aqui, a partir de agora, o compromisso não apenas do meu voto, mas meu total apoio à sua campanha e ao seu governo. Vamos juntos até 30 de outubro andar às ruas e às praças do Brasil para mostrar que o que nós queremos, um Brasil de todos nós, só pode ser feito e construído pelas mãos do presidente Lula e de Geraldo Alckmin”, disse a emedebista durante um ato ao lado de Lula e Alckmin, em um hotel em São Paulo.

0

 

Tebet destacou que Lula incorporou ao plano de governo dele as cinco propostas que ela fez na quarta-feira (5/10), quando declarou voto no petista e apresentou os projetos que gostaria que fossem encampados pelo ex-presidente. Entre elas estão zerar a fila de exames e cirurgias agravada pela pandemia, renegociar a dívida das famílias mais pobres e aprovar e sancionar um projeto para igular o salário de homens e mulheres que exercem as mesmas funções.

Lula agradeceu a “grandeza” do gesto da senadora, que foi terceira colocada no primeiro turno, com 4,9 milhões de votos. O petista disse que Tebet irá participar da campanha “do jeito que ela quiser” e fez um agrado à emedebista ao dizendo que ela irá ajudá-lo a “quebrar um tal de orçamento secreto”, uma das críticas feitas por ela na campanha.

Questionada sobre seu papel na campanha, a senadora afirmou que irá “cumprir missões”. “Missão não se escolhe, se cumpre. Onde achar que eu for últil, lá eu estarei”, disse Tebet, que é do Mato Grosso do Sul e tem forte ligação com o agronegócio, setor que tem apoiado majoritariamente a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?