PSB desiste de federação com PT, mas fará coligação em apoio a Lula

Agora, a federação partidária em torno da candidatura petista deve contar apenas com PCdoB e com o PV

atualizado 09/03/2022 19:44

PSB desiste de compor federação com PTLuciana Lima/Metrópoles

O PSB desistiu de participar de uma federação com o PT, mas seguirá na aliança de apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, somente na forma de coligação. Com isso, seguem conversando para formar a federação as lideranças de PT, PV e PCdoB.

A decisão foi confirmada em reunião nesta quarta-feira (9/2) em reunião com a cúpula das quatro legendas.

Após o encontro, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, reafirmou a intenção de estar na composição de Lula, só que na forma de coligação.

“O que nos une é maior do que o que nos separa. Somos convergentes na oposição a Bolsonaro, e vamos continuar discutindo uma programa único”, disse Siqueira.

“Em resposta ao atual momento político, o PT, o PC do B, o PV decidem caminhar para construir a federação e continuarão dialogando com o PSB em busca de sua participação, bem como o envolvimento de outras legendas do nosso campo”, afirma nota assinada pelos partidos.

Divergencias nos estados

O presidente do PSB, porém, apontou que divergências nos estados impedem o partido de entrar na federação de Lula.

“São partidos com culturas diferentes e que não estão preparados para andar juntos neste momento”, apontou.

Entre as divergências apontadas estão estados como Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

Os dirigentes, no entanto, confirmaram que o fim das conversas para a federação não anula, porém, as negociações nos estados. Desta forma seguem as negociações, por exemplo, para a definição da chapa no campo da esquerda que vai diputar o governo de São Paulo.

Alckmin

De acordo com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), a ausência do PSB na federação não impede que o ex-governador Geraldo Alckmin seja vice na chapa de Lula.

A filiação de Alckmin ao PSB está planejada para ocorrer até o final deste mês, em São Paulo. Alckmin deixou o PSDB após a definição de João Doria como candidato do partido ao Planalto.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

 

 

Mais lidas
Últimas notícias