Pesquisa Ipec no RS: Leite tem 40% e Onyx, 30% dos votos válidos

Para o Senado, petista Olívio Dutra lidera e Hamilton Mourão e Ana Amélia Lemos empatam no segundo lugar

atualizado 30/09/2022 20:16

eduardo leite e onyx lorenzoni eleições Arte/Metrópoles

Pesquisa de intenção de voto do instituto Ipec (ex-Ibope) feita no Rio Grande do Sul e divulgada nesta sexta-feira (30/9) mostra uma tendência de redução na distância entre os candidatos que aparecem mais à frente na disputa pelo governo do estado.

Considerando os votos válidos (descontando brancos, nulos e indecisos), o candidato Eduardo Leite (PSDB) aparece na frente, com 40%, mas teve uma queda que supera a margem de erro quando comparado à última pesquisa do mesmo instituto, divulgada em 26 de setembro, quando o tucano tinha 44%.

Já Onyx Lorenzoni (PL) oscilou de 29% para 30% entre as duas pesquisas. Em terceiro, aparece Edegar Pretto (PT), com 20%. Ele tinha 17% na pesquisa anterior e, portanto, subiu acima da margem de erro do levantamento, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa ouviu 1.808 pessoas entre os dias 28 e 30 de setembro em 84 municípios gaúchos e foi contratada pela RBS Participações S.A, dona da Rede Globo no estado. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02778/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número RS-04427/2022.

Presidente, governador e senador: veja quem são os candidatos nas Eleições 2022

Veja o desempenho dos demais concorrentes:

Luis Carlos Heinze (PP): 4% (na última pesquisa, de 26/9, estava com 4%)
Roberto Argenta (PSC): 2% (na última pesquisa estava com 2%)
Carlos Messalla (PCB): 1% (na última pesquisa estava com 0%)
Ricardo Jobim (Novo): 1% (na última pesquisa estava com 1%)
Vicente Bogo (PSB): 1% (na última pesquisa estava com 1%)
Vieira da Cunha (PDT): 1% (na última pesquisa estava com 2%)
Rejane de Oliveira (PSTU): 0% (na última pesquisa estava com 1%)

Simulações de 2º turno

O Ipec também perguntou aos entrevistados em quem votariam se a disputa for para o 2º turno. Nesse caso, foram apresentados os resultados totais da pesquisa estimulada, sem tirar brancos, nulos e indecisos.

No cenário entre Leite e Onyx, o tucano ficou com 50%, mesma porcentagem da pesquisa anterior, e Onyx oscilou de 35% para 37%. Brancos e nulos ficaram estáveis em 9% e 4% não sabem ou não responderam (6% na pesquisa anterior).

No cenário entre Leite e Pretto, o candidato à reeleição manteve os 52% da pesquisa anterior e o petista foi de 27% para 30%. Brancos e nulos oscilaram de 14% para 12% os que não responderam ou não sabem foram de 6% para 5%.

Num cenário com disputa entre Onys e Pretto, o ex-ministro de Bolsonaro manteve os 44% da pesquisa anterior e o petista subiu de 33% para 36%. Brancos e nulos foram de 12% pra 11% e não sabem/não responderam foram de 11% para 9%.

Pesquisa para o Senado

O instituto Ipec também pesquisou as intenções de voto para senador no Rio Grande do Sul.

Veja os resultados da pesquisa estimulada:

Olívio Dutra (PT): 31% (na pesquisa anterior, de 26/9, estava com 30%)
Hamilton Mourão (Republicanos): 24% (21% na pesquisa anterior)
Ana Amélia Lemos (PSD): 23% (24% na pesquisa anterior)
Professor Nado (Avante): 1% (2% na pesquisa anterior)
Fabiana Sanguiné (PSTU): 1% (1% na pesquisa anterior)
Maristela Zanotto (PSC): 1% (1% na pesquisa anterior)
Paulo Roberto da Rosa (DC): 1% (1% na pesquisa anterior)
Sanny Figueiredo (PSB): 1% (1% na pesquisa anterior)
Brancos e nulos: 4% (6% na pesquisa anterior)
Não sabe/Não respondeu: 10% (11% na pesquisa anterior)

Mais lidas
Últimas notícias