Fala de Bolsonaro sobre jovens venezuelanas viraliza na web; veja vídeo

Presidente diz que visitou casa de jovens venezuelanas em Brasília. Declaração foi dada em entrevista nessa sexta-feira (14/10)

atualizado 25/10/2022 15:01

Internautas viralizaram nas redes sociais, neste sábado (15/10), uma declaração do presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), sobre jovens venezuelanas durante entrevista aos podcasts Paparazzi Rubro-Negro, Rica Perrone, Fernando Instaverde e Dieguinho Futebolaco Vasco, na sexta-feira (14/10).

“Eu estava em Brasília, na comunidade de São Sebastião, se não me engano, de moto. […] Parei a moto numa esquina, tirei o capacete e olhei umas menininhas, três ou quatro, bonitas. De 14, 15 anos. Arrumadinhas, num sábado, numa comunidade. Vi que eram meio parecidas. Pintou um clima, voltei. ‘Posso entrar na tua casa?’ Entrei”, descreveu Bolsonaro.

Em seguida, o presidente insinuou que as garotas venezuelanas estariam se prostituindo para sobreviver: “Tinha umas 15 a 20 meninas, num sábado de manhã, se arrumando. Todas venezuelanas. Eu pergunto: meninas bonitinhas, 14, 15 anos se arrumando no sábado. Pra quê? Ganhar a vida!”, exclamou.

Bolsonaro utilizou o caso para reforçar o temor propagado pela sua campanha à reeleição de que o Brasil pode “se tornar uma Venezuela” caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vença a eleição.

“Você quer isso para sua filha? Como chegou esse ponto? Escolhas erradas. É igual um time quando começa a comprar ‘perna de pau’ pagando alto. Vai quebrar o time, vai ser rebaixado. O mundo é cruel no tocando a isso daí. Na Venezuela não foi diferente”, declarou o chefe do Executivo federal.

“Bolsonaro Pedófilio” virou um dos assuntos mais comentados na tarde deste sábado (15/10) no Twitter

A reportagem do Metrópoles questionou a campanha de Bolsonaro e a Secretaria de Comunicação da Presidência da República sobre o caso, mas até a publicação deste texto não obteve resposta. O espaço segue aberto.

Caso citado por Bolsonaro é de abril de 2021

O caso descrito por Bolsonaro ocorreu em 10 de abril do ano passado — período em que o Brasil enfrentava nova onda da Covid-19. Em vídeo publicado em seu perfil no Facebook, o presidente visita uma residência no Bairro Morro da Cruz, em São Sebastião, região administrativa do DF.

Na live, ele aparece acompanhado de uma comitiva conversando com mulheres que moram no local. Elas contam que vieram da Venezuela para o Brasil em busca de uma vida melhor.

Na ocasião, Bolsonaro tece críticas ao candidato ao Palácio do Planalto e ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e a governadores pelas medidas restritivas impostas nos estados para combater a pandemia.

Em determinado momento, Bolsonaro diz que as mulheres haviam pedido ajuda para se manter. “Uma senhora pediu uma certa ajuda aqui. Eu vou comunicar, segunda-feira (17/4/2021), ao ministro pra tomar providências. Eu vou ver com o ministro da Justiça, Anderson [Torres]”, afirmou.

Veja:

Mais lidas
Últimas notícias