Ciro Gomes diz que Bolsonaro “explora o medo da população”

O pedetista afirmou que "as facções criminosas tomaram sede e estão lavando dinheiro" durante o mandato do atual presidente

atualizado 15/09/2022 14:54

Ciro Gomes chega na convenção distrital do Partido Democrático Trabalhista (PDT) Gustavo Moreno/Metrópoles

Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência da República, afirmou, nesta quinta-feira (15/9), que Jair Bolsonaro (PL) “explora o medo” da população ao incentivar o acesso a armas de fogo.

A declaração foi dada em entrevista ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, em Pernambuco. Ciro foi questionado sobre uma fala de Bolsonaro durante motociata no Rio Grande do Norte, na quarta-feira (14/9).

Na ocasião, o presidente disse que “o povo armado jamais será escravizado”. Nesta quinta, o pedetista afirmou que a população brasileira sente medo do atual cenário de segurança pública, e que Bolsonaro explora a insegurança dos brasileiros.

Presidente, governador, senador e deputado: veja quem são os candidatos nas Eleições 2022

“Bolsonaro explora uma coisa verdadeira, o nosso povo está com medo. Quem manda na periferia do Brasil hoje não é mais o governo, não é mais juiz, delegado de polícia, cadete. Quem manda são as facções criminosas, que tomaram sede, se organizaram, estão lavando dinheiro, ante a absoluta impotência das autoridades nacionais brasileiros, porque isso não vai ser resolvido pela polícia local”, afirmou Ciro.

O candidato chamou Bolsonaro de “espertalhão” por saber que a população sente medo. Para Ciro, o mandatário usa a situação para pregar que a segurança é responsabilidade do cidadão, e não do Estado.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

“Como o Bolsonaro é um espertalhão, ele sabe que o povo está com medo. Sexta-feira o menino vai sair, a mãe já bota a angústia, rezando para o menino voltar para casa sem ser assaltado, sem ser a moça estuprada. Explorando o medo, ele [Bolsonaro] traz essa mentira criminosa de que a defesa social e a proteção da segurança do povo é individual de cada um”, opinou.

Ciro afirmou que, se eleito, vai transformar em federal a responsabilidade de enfrentar o crime organizado nas facções criminosas.  “Vou limpar a periferia do Brasil desse flagelo terrorista que as facções criminosas fizeram”, prometeu.

Agenda

Ciro Gomes cumpre agenda em Pernambuco nesta quinta. Em Recife, o candidato visita a Casa 12, do PDT, e participa de encontro com a militância e candidatos do partido. À tarde, Ciro participa de entrevista para a rádio CBN e de encontro no Porto Digital.

Mais lidas
Últimas notícias