metropoles.com

Eleições 2018: Jair Bolsonaro é eleito presidente da República

O candidato do PSL obteve 55,14% dos votos válidos, num total de 57.797.073 votos. O petista Fernando Haddad chegou a 44,87%

atualizado

Compartilhar notícia

Rafaela Felicciano/Metrópoles
Eleições 2018 – Jair Bolsonaro carreata ceilândia
1 de 1 Eleições 2018 – Jair Bolsonaro carreata ceilândia - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Na oitava eleição presidencial realizada após a redemocratização do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente da República. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao final da apuração total das urnas, o candidato do PSL obteve 55,13% dos votos válidos, num total de 57.797.073 votos. O petista Fernando Haddad chegou a 44,87% dos votos válidos, com 47.039.291 votos.

Já falando como presidente eleito, em live transmitida de sua casa, no Rio de Janeiro, o peesselista agradeceu aos eleitores pelas orações e pela confiança depositada. “Sou integrante de um grande exército que sabe para onde quer ir”, disse o capitão da reserva. “Missão não se escolhe, se cumpre. Vamos juntos mudar o destino do Brasil”, conclamou.

Foram 147.301.616 votos computados no final. Destes, 104.836.364 (90,43%) foram válidos. Brancos somaram 2.486.581 (2,14%) e nulos foram 8.608.022 (7,43%). A eleição para presidente registrou 31.370.649 abstenções (27,06%).

O TSE praticamente encerrou a apuração da votação em segundo turno das Eleições 2018 por volta das 19h10. Àquele momento, com 88,44% das urnas apuradas, Bolsonaro já contava com 55,70% dos votos válidos, contra 44,30% de Haddad.

Fogos e confronto
Em todo o país, apoiadores do ex-capitão soltaram fogos quando o presidente eleito atingiu os votos necessários para ser declarado presidente da República. A maior movimentação foi em frente ao condomínio do político, na Barra da Tijuca (RJ). Também é registrado confronto entre partidários do peesselista e do petista Fernando Haddad no estado.

Um dos coordenadores da campanha do peeselista, cotado para o Ministério da Defesa, o general da reserva Augusto Heleno disse que Bolsonaro representa um “novo horizonte para o Brasil”. Ele acompanhou a apuração ao lado do futuro presidente.

6 imagens
1 de 6

2 de 6

3 de 6

4 de 6

5 de 6

6 de 6

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?