Enem 2019: veja checklist para não perder nenhum detalhe da prova

Confira os documentos, separe o material e o lanche, cheque o local da prova com antecedência para não ter surpresas antes do exame

Daniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 26/10/2019 19:57

No dia 3 de novembro, 5,1 milhões de inscritos farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A uma semana da prova, vale a pena reduzir o volume de estudos e fazer um checklist para não perder nenhum detalhe: conferir os documentos, separar o material e o lanche e checar o local de prova.

O professor de inglês e diretor pedagógico do Colégio Seriös, Nei Vieira, recomenda que, desde já, os candidatos separem uma sacolinha plástica transparente para levar o lanche e deixem o documento separado e, ao menos, duas canetas pretas com tubo transparente e testadas antes. “Os alunos sabem que não vão poder levar equipamentos eletrônicos, por isso, não adianta ir com aquele relógio bonito porque vão ter que tirar”, alertou.

Vieira conta que não são poucos os casos de candidatos que chegam sem o documento no local de prova. “O que a gente vê muito é o candidato que chega lá [lugar do exame] sem a identidade oficial, aí o menino fica numa sala isolada, até o limite do tempo, esperando alguém chegar com o documento”.

Além de separar todo o material a ser levado no dia da prova, o professor sugere ao candidato fazer uma visita ao local da prova antes do dia do exame.

“Uma vez entrando, [o aluno] acerta o local da prova, mas, muitas vezes, o menino desce na 910 [Norte, de Brasília], mas não sabe qual é o prédio, lá tem vários e isso faz aumentar o nervosismo”, aconselhou.

Local de prova
No último dia 16, o Ministério da Educação (MEC) liberou o local de prova para todos os candidatos. O endereço pode ser consultado no cartão de confirmação da inscrição, disponível na página do participante, na internet.

Nesse documento, os candidatos poderão confirmar o número da inscrição, as datas e os horários do exame, a opção de língua estrangeira feita durante a inscrição e informação sobre o tipo de atendimento específico, caso seja necessário.

Nos dias de prova — 3 e 10 de novembro —, os portões abrirão às 12h (horário oficial de Brasília) e serão fechados às 13h.

Os candidatos também devem ficar atentos às mudanças no processo seletivo anunciadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Nesta edição, até mesmo os lanches serão revistados para evitar cola.

Além disso, o presidente do Inep, Alexandre Lopes, já informou anteriormente que caso o celular do aluno toque dentro da sala, o candidato será desclassificado imediatamente. “Antigamente, dependia do fiscal de prova, agora não. Mesmo que o aparelho esteja na mesa, lá na frente”.

Neste ano, os participantes do Enem poderão pegar uma declaração de comparecimento para justificar, se for o caso, ausência no trabalho. Basta imprimir o documento na página do participante e levá-lo ao fiscal de prova.

Ansiedade
Além de separar documentos e material para o exame, o professor de inglês lembra a importância de controlar o nervosismo. “O interessante é não se preocupar com aquilo que não domina muito, bate desespero, é normal acharmos que estamos mal preparados. Mas é importante lembrar que estamos nos preparando há muitos meses e, como qualquer atleta, temos que chegar inteiros na prova”, disse.

Nei Vieira recomenda não estudar na véspera do exame e tentar relaxar. “É preciso tentar dormir bem na noite anterior e isso não significa dormir cedo, pois, fatalmente, o aluno vai acordar cedo e vai bater uma ansiedade que pode ser prejudicial”, completou.

Últimas notícias