Enem 2019: candidatos se saíram melhor em matemática

Por outro lado, a prova de ciências da natureza teve a pior média na nota do exame pelo segundo ano consecutivo

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 17/01/2020 12:30

Alunos que realizaram a edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tiveram melhores resultados em matemática e piores em ciências da natureza. É o que mostram dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta sexta-feira (17/01/2020).

De acordo com o Inep, a nota média dos 3.709.809 participantes do Enem 2019 foi de 523,1 em matemática, de um total de 1.000 pontos.

Na sequência aparecem as áreas de ciências humanas, com uma média de 508 pontos, linguagens (520,9) e, por fim, ciências da natureza, com 477,8 pontos na média.

Na edição anterior, de 2018, a área com melhor média foi ciências humanas, com 569,2, também de um total de 1.000 pontos.

Em seguida apareceram matemática (535,5), linguagens (526,9) e, novamente, ciências da natureza (493,8). Comparando as edições de 2018 e 2019, houve queda nas notas médias do exame em todas as provas objetivas.

Questionado sobre a queda das médias nas notas do Enem, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o exame não pode ser usado para medir o ensino no país. No entanto, Weintraub ressaltou que o resultado mostra que os alunos não evoluíram. “O ensino não avançou no Brasil. O resultado mostra que os alunos não evoluíram. É o paradigma do fracasso”, disse o ministro.

Últimas notícias