Trabalhadores reclamam de auxílio emergencial ainda “em processamento”

Beneficiários podem consultar se foram aprovados para a nova rodada desde a última sexta-feira (2/4)

atualizado 07/04/2021 15:40

caixa auxilio emergencial marcelo camargo agencia brasilMarcelo Camargo/Agência Brasil

Brasileiros reclamam que o auxílio emergencial segue em “processamento”, apesar do início do pagamento do nova versão do benefício, nessa terça-feira (6/4), a cerca de 2,4 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro.

“Estamos processando seus dados para analisar sua elegibilidade para o auxílio emergencial 2021”, diz a plataforma do governo federal a usuários que procuram conferir se irão receber as novas quatro cotas do benefício emergencial.

Desde sexta-feira (2/4), os beneficiários podem consultar se foram aprovados para a nova rodada. O serviço poderá ser realizado nos sites do Ministério da Cidadania (acesse aqui), da Caixa Econômica (aqui) ou da Dataprev (aqui).

Em nota, o Ministério da Cidadania explicou que o status “em processamento” indica que o requerimento passa por uma nova avaliação, realizada a partir das informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamental.

“O beneficiário receberá o recurso após a conclusão desse processo. É importante lembrar que o cumprimento das regras de recebimento será verificado mensalmente”, complementa a pasta.

Já a Dataprev, responsável por analisar a elegibilidade dos beneficiários, explicou, em comunicado, que as datas dos processamentos realizados pela estatal são definidas pelo Ministério da Cidadania.

Em 2 de abril, foram disponibilizados os resultados homologados pela pasta relativos ao público que se inscreveu pelos meios digitais da Caixa (informais, MEIs e desempregados) e integrantes do Cadastro Único (CadÚnico).

“Serão utilizados os cadastros com informações mais recentes, sobretudo considerando a possibilidade de perda de emprego e renda em meio à pandemia”, informou a empresa.

A Dataprev ressaltou ainda que a base analítica, utilizada no sistema de cruzamento das informações, foi atualizada na segunda-feira (5/4) com dados mais recentes dos cidadãos. O reprocessamento foi iniciado nessa terça (6/4).

“Durante a verificação do direito ao benefício, a empresa utiliza as informações mais recentes dos cidadãos disponíveis nas bases oficiais da União – indicadas pelo Ministério da Cidadania – com os critérios do novo programa”, prosseguiu.

Calendário

O governo federal deu início ao pagamento das novas parcelas do auxílio emergencial – agora destinado a um público menor, de 45,6 milhões de pessoas, e em um valor mais baixo, de no máximo R$ 375 mensais por família.

Para facilitar, a Caixa Econômica dividiu o cronograma do auxílio emergencial 2021 em dois grupos: 1) beneficiários do Bolsa Família; e 2) trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

No primeiro caso, o benefício será depositado conforme o calendário habitual do programa – pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

Desse modo, quem tem o NIS final igual a 1 receberá a primeira parcela da nova rodada já no próximo dia 16 de abril.

Beneficiários com NIS final 2 receberão no dia 19/4; aqueles com NIS final 3, no dia 20/4; e assim sucessivamente. O pagamento retorna em maio e segue até julho.

Veja o calendário:

0
O saque

O saque pode ser feito pelo responsável familiar, por meio da conta de depósito do Bolsa Família, Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão, e é possível realizá-lo em lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou caixas eletrônicos da Caixa Econômica.

Se a família recebe o benefício do Bolsa Família por depósito em conta bancária, inclusive pela Poupança Social digital, o auxílio será pago na mesma conta.

Já no caso dos trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico, os pagamentos serão feitos conforme o mês de nascimento.

Dessa maneira, nascidos em janeiro receberão a primeira cota do benefício nesta terça-feira (6/4). Já os aniversariantes de fevereiro, na sexta-feira (9/4); os de março, no domingo (11/4); e assim sucessivamente.

Do mesmo modo que o ocorrido no ano passado, a Caixa Econômica vai depositar o dinheiro, inicialmente, na conta de Poupança Social, permitindo apenas o uso digital – como pagamentos de contas e boletos.

Em seguida, o banco vai liberar as opções de saque e transferência, novamente conforme o mês de nascimento.

Veja as datas de crédito e saque dos quatro ciclos:

0

Últimas notícias