Previdência: policiais terão idade mínima igual para homens e mulheres

A regra valerá também para professores e trabalhadores rurais, como já acontece em outros países

Agência BrasilAgência Brasil

atualizado 15/02/2019 12:57

A idade mínima para professores, policiais federais e trabalhadores rurais, categorias com regime de Previdência especial, será a mesma para homens e mulheres. A decisão foi tomada nessa quinta-feira (14/2) em reunião entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a equipe econômica, no Palácio da Alvorada, segundo O GLOBO.

O grupo conseguiu convencer o chefe do Executivo de que, em outros países, não há a diferenciação de gênero para casos especiais. A reforma prevê aposentadoria aos 65 anos para os trabalhadores e 62 para as trabalhadoras.

Dessa forma, professores e empregados do campo poderão requerer o benefício da Previdência aos 60 anos e policiais civis e federais, aos 55.

Policiais militares e bombeiros estaduais não terão uma idade mínima para se aposentar, de acordo com o texto. No entanto, a situação dessas categorias será decidida em um segundo momento da reforma da Previdência.

Benefícios
Nessa quinta-feira, Bolsonaro também bateu o martelo sobre deixar os benefícios assistenciais atrelados ao salário mínimo. Eles são pagos a idosos e deficientes que não contribuíram para o sistema.