Prazo para pedir auxílio emergencial de R$ 600 se encerra em três dias

Melhor tarde do que nunca: trabalhadores terão direito a todas as parcelas do benefício, concedido pelo governo federal

Homem utiliza aplicativo app de auxilio do governo contra a falta empregos pelo covid19Hugo Barreto/Metrópoles

atualizado 30/06/2020 10:28

O prazo para desempregados, informais e autônomos pedirem o auxílio emergencial de R$ 600 se encerra na próxima quinta-feira (02/07).

Em abril, o governo federal informou que as pessoas poderiam solicitar o benefício até três meses após a publicação da lei que criou o auxílio de R$ 600.

A proposta inicial era pagar três parcelas do benefício. No entanto, o governo prorrogou nesta terça-feira (30/06) o auxílio por mais dois meses.

Quem se cadastrar agora continua tendo direito a todas as parcelas do auxílio emergencial, que deverão ser pagas de forma escalonada.

O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, explica que pessoas que, por exemplo, ficaram desempregadas durante as últimas semanas também podem se cadastrar.

“Algumas pessoas estavam empregadas e não teriam o direito e podem, ao longo do tempo, passar a ter o direito ao benefício”, disse Guimarães, em live.

Para se cadastrar, é preciso baixar o aplicativo Auxílio Emergencial da Caixa Econômica ou acessar o site do benefício (clique aqui).

Regras

O programa foi criado pelo governo federal para auxiliar populações de baixa renda durante a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Têm direito ao benefício desempregados, trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs). É preciso ter mais de 18 anos, a exceção de mães.

0

 

 

Últimas notícias