Governo pagou indevidamente auxílio de R$ 600 a 194 mil segurados do INSS

Desse total, mais da metade recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC); outros 11,4 mil são aposentados

atualizado 29/06/2020 12:06

O governo federal pagou, indevidamente, o auxílio emergencial de R$ 600 para mais de 194 mil beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Desse total, 131,8 mil (68%) recebiam o amparo social pago a deficientes físicos ou a idosos, também chamado de BPC. Além desses, 11,4 mil são aposentados.

Esses números foram publicados em relatório do Tribunal de Contas da União (TCU). O texto (veja a íntegra do final desta matéria) vai à votação na quinta-feira (02/07).

0

O auxílio emergencial foi criado em abril pelo governo para ajudar famílias de baixa renda durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Uma das regras para se ter direito ao auxílio de R$ 600, segundo a legislação, é que a pessoa não esteja recebendo benefício previdenciário ou assistencial.

Leia a íntegra do relatório:

Temp by Tácio Lorran on Scribd

Últimas notícias