Luciano Hang sobre ter recebido auxílio de R$ 600: “Só pode ser golpe”

Nome do empresário bilionário está entre os que receberam o auxílio emergencial pago pelo governo. Ele pede investigação da PF

atualizado 02/06/2020 16:57

Bilionário, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, disse que “só pode ser golpe” que o nome dele apareça entre os que receberam o auxílio emergencial de R$ 600.

Em uma rede social, Hang disse na tarde desta terça-feira (02/06) que ele ter recebido os R$ 600 é “uma fake news”, assim como o presidente Jair Bolsonaro ter se filiado ao PT. Mas admitiu que o benefício consta como “em avaliação”.

“Sou a favor do auxílio. Acho uma ótima medida do governo para ajudar o povo, principalmente os mais pobres, que têm sofrido demais com essa crise mundial. Sou contra aqueles que não precisam do dinheiro e mesmo assim pegam e prejudicam quem realmente necessita do auxílio”, escreveu.

Confira:

Assim como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ministros do atual governo, o empresário foi alvo de vazamentos pelo grupo ativista hacker Anonymous Brasil na noite dessa segunda-feira (01/06) ao ter os dados pessoais expostos.

O nome de Luciano Hang aparece entre os que receberam a primeira parcela do auxílio. A informação foi revelada na madrugada desta terça-feira (02/06) pelo Anonymous Brasil e confirmada pelo Metrópoles no site do auxílio.

0

Em nota, o empresário informou que fez um pedido à Polícia Federal para investigar o vazamento de dados pessoais. Ele se disse lesado com “esses atos criminosos” e pediu que os autores sejam condenados e punidos.

“Na manhã desta terça-feira, o empresário também recebeu informações de que hackers estão solicitando pedido de auxílio emergencial usando o seu CPF. Esse é um crime de fraude e foi também foi reportado para a Polícia Federal”, prosseguiu.

0

Últimas notícias