Google ganha aval do Banco Central para entrar no setor de pagamentos

O Google Pay, ferramenta de pagamentos do Google, recebeu autorização do BC para atuar como uma instituição de pagamentos

atualizado 09/12/2022 16:38

Alex Dudar/Unsplash

Dono do maior buscador e de serviços de internet do mundo, o Google deverá ter um braço de atuação financeira no Brasil. A ferramenta de pagamentos da empresa, o Google Pay, poderá atuar como uma instituição de pagamentos.

A autorização foi concedida pelo Banco Central e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (8/12). O Google Pay recebeu a classificação de iniciador de transação de pagamentos.

Isso significa que ele atuará como uma espécie de intermediador da informação, mas não transacionará efetivamente recursos e nem deverá deter os fundos.

Instituições como o Google Pay recebem a informação de que o usuário final deseja fazer um pagamento, e enviam essa informação para os bancos e processadores de pagamento de fato concluir a transação.

“A permissão representa mais um passo na estratégia de oferecer mais opções de pagamento aos usuários por meio de nossas plataformas no Brasil”, disse o Google, em nota.

Google Wallet

O Google já tem disponível no Brasil seu serviço de carteira digital, o Google Wallet. Usuários podem cadastar seus cartões no aplicativo e realizar pagamentos pelo celular, sem o uso do plástico. Além disso, é possível registrar shows de ingressos e cartões de vacinação, por exemplo.

Mais lidas
Últimas notícias