Gestão Silva e Luna: Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel

Mudança será válida a partir deste sábado (1º/5). Anúncio ocorre no mesmo dia em que acaba a isenção do PIS/Cofins sobre o diesel

atualizado 30/04/2021 13:48

Petrobras - SedeFernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras anunciou, nesta sexta-feira (30/4), a redução nos preços da gasolina e do diesel nas refinarias, a partir deste sábado (1º/5). O litro da gasolina passará de R$ 2,64 para R$ 2,59 (redução de R$ 0,06, o que corresponde a -1,9%), enquanto o do diesel cairá de R$ 2,76 para R$ 2,71 (diminuição de R$ 0,05, equivalente a -1,8%).

Esse é a primeira mudança nos valores desde que o general Joaquim Silva e Luna assumiu a presidência da Petrobras, após a demissão de seu antecessor, Roberto Castello Branco. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) trocou o comando da empresa após uma série de aumentos no preço dos combustíveis.

O militar chegou à estatal com o objetivo de controlar preços e, desta forma, evitar uma eventual paralisação dos caminhoneiros. A categoria vem reclamando do alto custo do diesel e já sinalizou a possibilidade de realizar manifestações.

A mudança ocorre no mesmo dia em que acaba a isenção do PIS/Cofins sobre o diesel.

A companhia reajusta os preços dos combustíveis em suas refinarias de acordo com a variação da cotação internacional do petróleo. O produto vendido pelas refinarias da Petrobras é adquirido por distribuidoras e passa também pelos postos revendedores antes de ser vendido ao consumidor final. Por isso, o impacto nas bombas nem sempre tem o mesmo percentual daquele anunciado.

Segundo o economista-chefe da XP Investimentos, Caio Megale, a reforma tributária pode fazer o câmbio cair em pouco tempo e, assim, diminuir o custo do petróleo, causando efeitos imediatos no preço da gasolina e do diesel no país.

Últimas notícias