*
 

No primeiro pregão do segundo semestre, o dólar fechou em alta de 0,87% nesta segunda-feira (2/7) , cotado a R$ 3,9111 para venda. A moeda norte-americana fechou o primeiro semestre valorizada em 16,99%.

Apesar de ter anunciado na última sexta-feira (29/6) que continuará atuando no mercado cambial, o Banco Central não realizou nenhum leilão extraordinário de swap cambial (venda futura da moeda norte-americana) ou leilão de linha (venda com promessa de recompra).

Os investidores seguem atentos ao comércio exterior, principalmente com guerra comercial anunciada entre Estados Unidos e China e os efeitos das eleições no Brasil em outubro.

O Ibovespa, índice da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), fechou nesta segunda em alta de 0,11%, com 72.839 pontos, invertendo uma tendência de queda na parte da manhã, quando registrava queda de 0,97% na abertura do mercado. Os papéis da Eletrobras e da Petrobras ajudaram no resultado positivo no primeiro pregão do segundo semestre, registrando alta de 1,40% (Petrobras) e 7,16% (Eletrobras).