Caixa cria 30 milhões de contas para pagar auxílio de R$ 600

Governo espera completar o banco de dados de beneficiários em até cinco dias. Objetivo é que 54 milhões de pessoas recebam o benefício

atualizado 07/04/2020 10:34

Pedro Guimarães anuncia pagamento de auxílio emergencialHugo Barreto/Metrópoles

A Caixa Econômica Federal anunciou que criará 30 milhões de contas digitais para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para autônomos, beneficiários do Bolsa Família, Microempreendedores Individuais e pessoas inscritas no Cadastro Único que não se enquadrem nos outros critérios. Os beneficiários poderão movimentar a conta e fazer transferências gratuitamente.

“Temos 30 milhões de brasileiros sem conta em banco. Essas 30 milhões de contas estão sendo criadas de graça. Todas essas pessaos receberão uma conta da Caixa de graça, poderão fazer DOCs e pagamento de conta de graça”, explicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Segundo ele, são esperados que entre 10 a 15 milhões de brasileiros realizem o cadastro nesta terça-feira (07/04). O governo estima que 54 milhões de brasileiros tenham acesso ao benefício.

A Caixa pede que informais fora dos cadastros de benefícios sociais do governo se inscrevam no site disponibilizado pelo banco ou pelo aplicativo (disponível para iOS e Android). “O aplicativo é só para quem é MEI, que é contribuinte individual do INSS ou informal. Quem está no Bolsa Família ou outros programas do governo federal não precisa fazer o cadastro”, enfatizou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

A estimativa da Caixa é chegar a 50 milhões de acessos em dois dias. Até a manhã desta terça-feira (7/4), os canais do banco já tinham registrado nove milhões de acessos. “A expectativa é completar esse banco de dados em quatro ou cinco dias”, disse Guimarães.

Últimas notícias