BNDES aprova aplicação de até R$ 60 milhões para investimentos

Valor irá para fundo voltado a pequenas empresas inovadoras, com elevado potencial de crescimento, cujo faturamento seja de até R$ 1 milhão

atualizado 04/04/2019 22:23

BNDES terá ações emergenciais para estados, municípios e DF no valor de R$ 4,3 bilhõesPAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a aplicação de até R$ 60 milhões para o FIP Anjo, fundo de investimento voltado a pequenas empresas inovadoras, com elevado potencial de crescimento cujo faturamento seja inferior a R$ 1 milhão.

Do total do patrimônio inicial de R$ 60 milhões, R$ 40 milhões serão aplicados pelo BNDES, que fará novos aportes à medida que a gestora captar mais recursos. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (4/4).

Será dada preferência para investimentos em companhias dos setores de agronegócios, biotecnologia, cidades inteligentes, economia criativa, saúde e tecnologia da informação e comunicação (TIC), informou o BNDES, por meio de sua assessoria de imprensa. Os recursos totais do fundo podem chegar a R$ 120 milhões.

Mapeamento
A empresa Domo Invest fará o mapeamento e seleção das empresas, articulação com aceleradoras e investidores-anjo, respondendo também pela captação de outros investidores.

O fundo tem previsão de duração de 10 anos e terá um período de investimento de cinco anos, que poderá ser prorrogado por dois anos. As empresas startups que quiserem apresentar seus projetos à gestora podem se cadastrar no endereço http://www.domoinvest.com.br.

A expectativa é que em uma etapa inicial o FIP Anjo invista em cerca de 100 startups, aportando entre R$ 100 mil e R$ 500 mil em cada uma. O valor será igual ao captado junto a investidores-anjo ou aceleradora. Esses outros apoiadores também deverão atuar como mentores dos empreendedores, estimulando melhores práticas de governança e gestão, disse o banco.

Em uma segunda fase de investimentos, serão realizados aportes de até R$ 5 milhões em empresas com receita bruta entre R$ 1 milhão e R$ 16 milhões.

Últimas notícias