Banco Central determina suspensão de pagamentos pelo WhatsApp no Brasil

Novidade foi anunciada pelo Facebook na semana passada. Em nota, BC diz que quer avaliar "riscos concorrenciais"

atualizado 23/06/2020 19:59

ícone whatsappiStock

O Banco Central determinou, nesta terça-feira (23/06), que as bandeiras de pagamento Visa e Mastercard suspendam a função de pagamentos e transferências financeiras por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

O anúncio da nova modalidade foi feito na semana passada. O Brasil seria o primeiro país a receber uma atualização do aplicativo.

De acordo com o BC, no entanto, é preciso avaliar eventuais riscos ao funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

“A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, afirmou a autarquia em nota.

No documento, o Banco Central também alegou que é preciso que a modalidade por meio de um aplicativo passe por uma análise prévia.

“O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados”, acrescentou.

O descumprimento da determinação do Banco Central implicará em multa cominatória e à apuração de responsabilidade em processo administrativo sancionador.

Últimas notícias