Amazon queima largada da Black Friday, admite erro e volta atrás

Empresa anunciou promoções de produtos com até 80%. Horas depois, pediu desculpas pelo inconveniente

atualizado 28/11/2019 17:45

celularDivulgação

Após um erro, a Amazon deu início à corrida da Black Friday antes da hora, nesta quinta-feira (28/11/2019). Logo em seguida, a empresa voltou atrás, pediu desculpas aos clientes e anunciou mais detalhes das ações promocionais.

Por volta das 8h30 desta quinta, a Amazon enviou um e-mail aos clientes. No anúncio, ofertas com desconto de até 80% off: “Começou a Black Friday”, dizia o assunto da mensagem.

Horas depois, contudo, a empresa transnacional de comércio eletrônico voltou atrás. “Erramos, desculpe a empolgação”, informou o comunicado, enviado horas depois.

“Infelizmente, as ofertas enviadas no último e-mail ainda não estão disponíveis. Mas não desanime: mais tarde você poderá aproveitar diversas ofertas na Black Friday da amazon.com.br. Mais uma vez, pedimos desculpas pelo inconveniente.”

O Metrópoles procurou a assessoria de comunicação da Amazon. A empresa garantiu que nenhum cliente foi prejudicado. “O e-mail foi disparado antes, mas a Amazon já mandou outro a todos os clientes corrigindo.”

As promoções de alguns produtos foram antecipadas, como da linha de dispositivos Echo. Mas as promoções todas entram no ar a partir das 20h desta quinta.

0

Últimas notícias