DPU apura violação de direitos humanos em aldeias indígenas

Os indígenas relataram que não houve prioridade para a vacinação contra a Covid-19 por parte da Prefeitura

atualizado 04/11/2021 13:58

DPU apura violação de direitos humanos em aldeias indígenas em Paulo Afonso e RodelasFoto: Divulgação

A Defensoria Pública da União (DPU) realizou encontros em comunidades indígenas na Bahia para apurar possíveis violações de direitos humanos nas aldeias de Tuxá, Truká-Tupan, Kambiwa, Atikum, Pankararé e Kariri-Xocó, localizadas nos municípios de Paulo Afonso e Rodelas, no norte baiano.

Na aldeia do povo indígena Tuxá de Rodelas, com cerca de 100 moradores, foi verificado a existência de uma ação civil pública com sentença transitada em julgado para demarcação do território tradicional da comunidade, a aldeia D’zorobabé. Além disso, a construção de uma usina hidroelétrica na região, em 1987, ocasionou o alagamento da Ilha da Viúva, outro território da comunidade, já demarcado.

Saiba mais no Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias