Decisão judicial obriga Globo a editar reportagem com Luva de Pedreiro

Allan Jesus, ex-empresário do influenciador, conseguiu liminar na Justiça impedindo a veiculação de reportagens sobre ele

atualizado 03/07/2022 23:34

Luva de Pedreiro (Reprodução: Instagram)(Reprodução: Instagram)

Uma liminar conseguida na Justiça do Rio de Janeiro pela defesa do empresário Allan Jesus impediu as TVs Globo e Record de veicular informações relacionadas ao contrato dele com o influenciador Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro. Com isso, as emissoras tiveram de editar o material que levaram ao ar neste domingo (3/7) mostrando os indícios de que o fenômeno das redes sociais foi prejudicado na relação com Allan.

A liminar da juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 6ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, acatou pedido da defesa, que alegou que o empresário vem sendo alvo de ameaças desde que o assunto veio à tona graças a reportagens do colunista Léo Dias, do Metrópoles.

“A TV Globo não compactua com discurso de ódio. Ameaças são inaceitáveis em qualquer situação e quem as pratica está sujeito às consequências legais. Divergências sobre questões contratuais devem ser decididas pelo Poder Judiciário, que é o responsável pela aplicação da lei às relações entre as partes”, informou a Globo, em editorial lido no Fantástico.

“O jornalismo apura – com isenção – todos os lados da notícia e produz conhecimento sobre os fatos. E é direito da sociedade ter acesso a todos os acontecimentos relevantes. A TV Globo entende que a liminar concedida viola a liberdade de imprensa e de expressão, pilares da democracia e protegidas pela Constituição brasileira. Por isso, vai recorrer da decisão”, dizia, ainda, o texto do editorial.

A Globo teve de cortar parte relevante da reportagem que foi ao ar, mas ouviu do Luva de Pedreiro que as dificuldades financeiras não são ainda coisa do passado e que ele está, por exemplo, devendo R$ 70 usados na compra de uma bola.

“Não podia fazer nada que eu queria, não podia sair com meus amigos, não podia gravar minhas coisas, não podia postar as músicas que eu gosto”, disse o Luva de Pedreiro, sobre as limitações que lhe eram impostas pelo agora ex-empresário.

 

0

Quem é o Luva de Pedreiro

Morador da cidade de Tábua, na Bahia, Iran Ferreira estourou na web após postar vídeos nas redes sociais marcando golaços em um campo de terra e comemorando de uma forma única. O nome Luva de Pedreiro vem do objeto homônimo que o influenciador usa em praticamente todos os seus vídeos. Ele comprou suas luvas em uma loja de materiais de construção, por não ter condições financeiras para comprar luvas para jogar futebol.

Em pouco tempo, Iran começou a ser imitado e conhecido por grandes astros e personalidades do futebol, como Neymar, Richarlyson e até o filho de Cristiano Ronaldo. Atualmente, ele tem 15,7 milhões de seguidores em seu Instagram.

A história de aparente sucesso começou a rachar em junho, quando o Luva de Pedreiro postou um vídeo chateado, dizendo que daria “um tempo” na vida virtual. Allan Jesus era o empresário que cuidava da carreira do influencer. Ele é o dono da ASJ Consultoria, uma empresa que agencia atletas e influenciadores, assim como oferece serviços de marketing digital. Darío Conca, ex-jogador do Fluminense, e Pablo, zagueiro do Flamengo, já foram seus clientes.

Após o desabafo, a relação dos dois se quebrou. Iran deixou de seguir Allan e tirou todas as informações sobre o empresário de sua biografia do perfil do Instagram. Pouco depois, a coluna de Léo Dias, no Metrópoles, começou a expor a situação financeira precária desse fenômeno da internet.

Aos poucos, esta nova equipe de gerenciamento ficou sabendo de fatores chocantes de todo o período de gestão de Allan Jesus sobre a carreira de Iran. Quando Ferreira fez a troca de empresários, ele tinha somente R $7,5 mil de giro em suas únicas duas contas bancárias juntas. R $5 mil foram de sua participação no Domingão com Huck, da TV Globo, sendo que os outros R$ 5 mil do cachê ficaram com Allan.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias