Felippe Ornellas fez cirurgia bariátrica e emagreceu mais de 90 quilos

De 175 a 70 kg: conheça o influencer que mudou de vida após bariátrica

Morador do RJ, Felippe Ornellas operou em 2017 e mantém novos hábitos. Ele usa o Instagram para incentivar outras pessoas a não desistirem

atualizado 09/01/2022 17:32

Felippe Ornellas fez cirurgia bariátrica e emagreceu mais de 90 quilosMontagen/Reprodução/Instagram

Nascido e criado em Santo Antônio de Pádua, no interior do Rio de Janeiro, o contador Felippe Ornellas, 37 anos, pesava 175 quilos. Somados ao sobrepeso, os hábitos dele incluíam o consumo excessivo de bebidas alcóolicas e o tabagismo. Em janeiro de 2017, ele foi passar férias em Cabo Frio, na Região dos Lagos do estado. Foi nessa viagem que ele sentiu definitivamente que precisava mudar e se submeter a uma medida considerada drástica: a cirurgia bariátrica, intervenção em que o tamanho do estômago é reduzido.

“Eu achei que eu ia morrer. Liguei para minha mãe, ela ficou muito preocupada. Voltei para minha cidade em fevereiro, retornei ao médico que eu já havia ido e falei que não tinha mais opção: ‘Ou eu vou operar, ou eu já estou morto'”, relembrou, em entrevista ao Metrópoles.

Obeso, o rapaz operou em maio de 2017, quando tinha 162,5 quilos. Após o procedimento, eliminou mais de 90 quilos. Atualmente, com o ganho de massa magra, está com 101 quilos e “sarado”. Nas redes sociais, virou influencer, acumula mais de 62 mil seguidores e, além de exibir sua rotina, incentiva outras pessoas a seguirem seus sonhos.

0

Felippe contou que foi uma criança magra, mas começou a ganhar peso quase na pré-adolescência. “Tive um estirão de aumento de peso. Fui um adolescente ‘cheinho’ e, depois, desenfreei e não parei mais de engordar. Foi quando cheguei ao maior peso da minha vida [175 quilos]”, explicou.

Ele lembra que, ao chegar em locais públicos, chamava a atenção das pessoas, mas nunca se incomodou: “A minha cirurgia não foi por estética, e sim, por saúde. Fiz só uma segunda cirurgia no abdômen por causa do excesso de pele. É claro que, hoje, percebo que eu tenho muito mais facilidade de abrir uma porta do que antes, justamente por causa desse preconceito estúpido que as pessoas têm”.

Qualidade de vida

Depois da intervenção cirúrgica, Felippe diz que é “outra pessoa”. Faz exercícios físicos diariamente, tem uma alimentação balanceada e faz suplementação. Ele é acompanhado por um preparador físico que recomenda o consumo de alimentos sólidos, não apenas de suplementos. “Ele toma conta da minha vida”, brincou o contador.

O rapaz também é amante de esportes e artes marciais, e não deixa essas atividades de fora da rotina, até mesmo quando está em alguma viagem. “Quando eu viajo, por exemplo, a primeira coisa que eu procuro na cidade é uma academia próxima, e depois o hotel. Se não tiver um restaurante que possa me atender, eu levo a minha refeição. Tudo em um dia de cada vez”, detalhou.

Aos domingos, Felippe costuma deixar a dieta de lado e “pisar na jaca”, mas sem culpa.

“Eu uso isso como se fosse uma premiação. Chego no domingo e como mousse, sobremesa pela qual sou apaixonado, ou pizza… Eu tenho que seguir o plano certinho durante a semana para ter essa recompensa depois. Afinal, o que engorda não é comer um doce no domingo, e sim todos os dias”, pontuou.

Antes de pensar na cirurgia, o contador chegou a realizar um tratamento com remédios para controle de peso, mas o resultado não foi o esperado: perdeu 30 quilos e, em seguida, engordou o dobro. Foi aí que Felippe começou a amadurecer a ideia da cirurgia bariátrica.

Inicialmente, o contador tinha muitas dúvidas sobre o procedimento, por isso não quis arriscar. Além da viagem a Cabo Frio, outro fator que fez Felippe se convencer foi ver uma foto de si próprio. “Não me reconheci ali. Pensei: ‘Vou ter que dar um basta nisso'”, recordou.

Durante todo esse processo, Ornellas contou com apoio incessante da família e de uma psicóloga. “Minha mãe, minha irmã e minha avó, por exemplo, foram cruciais para esse sucesso, além de um amigo que é meu cardiologista e já foi bariátrico. A doutora Glória sempre falou para eu me concentrar nessa mudança, porque a bariátrica não entrega milagre”, frisou o influencer.

Influência

Felippe lembra que, nos meses anteriores à cirurgia bariátrica, procurou, nas redes sociais, perfis de pessoas que passaram pelo mesmo processo. A busca, porém, não resultou em muitas referências. Por isso, e com o objetivo de mostrar que sua experiência pode e deve se repetir em outras vidas, ele diariamente posta no Instagram fotos com frases motivacionais e relatos da própria vida.

“Eu sempre mostro que, um dia, eu pensei que não conseguiria, mas não há outra opção a não ser conseguir. Isso só depende de cada um de nós, todo santo dia. Ninguém mais pode fazer por nós”, disse.

O influencer recebe muitas mensagens e faz questão de responder cada uma. Felippe tem até seguidores de outros países, como Peru, Portugal e Canadá. Ele rememora o relato mais emocionante que já recebeu: “Um rapaz, que hoje é meu amigo, falou: ‘Felippe, eu já estava com meu suicídio preparado, todo certinho. Aí eu achei seu Instagram e pensei que, se você pôde, por que eu não poderia?’. Hoje ele é saudável, mudou de vida”.

Metas

Uma das metas de Felippe é aumentar o peso, especificamente o índice de massa magra. “Todo dia eu subo na balança e tenho que aumentar o peso, e para isso, é preciso comer. Hoje é minha grande dificuldade, por incrível que pareça”, disse.

Ele também orienta o filho, Yan, 8 anos, a ter uma alimentação balanceada, sem desrespeitar o “calor da idade”.

“Como ele me viu obeso, sabe como tudo era antes. A gente sabe que com criança é difícil, mas procuro sempre mostrar a ele uma forma mais saudável ou que possa fazer menos mal a ele”, ressaltou.

Mais lidas
Últimas notícias