Covid representa 70% dos casos de síndrome respiratória aguda no país

Segundo a Fiocruz, os casos de Covid tiveram aumento pela quarta semana consecutiva

atualizado 09/06/2022 10:30

Vinícius Schmidt/Metrópoles

Novo boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quinta-feira (9/6), aponta que os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionados à Covid-19 seguem em aumento no país pela quarta semana consecutiva.

Nesse período, entre ocorrências de SRAG, 70% decorreram da doença. Em relação aos óbitos por vírus respiratórios, 92,22% foram causados pelo coronavírus. O estudo analisou dados de 29 de maio a 4 de junho, quando houve 7,7 mil casos de SRAG no Brasil.

O boletim mostra um crescimento de 88,7% nas ocorrências registradas na população adulta a partir de 18 anos. Em crianças e adolescentes, há um sinal de estabilização em patamar elevado nas faixas entre 0 a 4 e 5 a 11 anos.

“Os dados laboratoriais apontam que, no grupo de 0 a 4 anos, os casos seguem fundamentalmente associados ao vírus sincicial respiratório (VSR), embora também se observe presença relevante de Sars-CoV-2 (Covid-19), rinovírus e metapneumovírus. Nas demais faixas etárias, predomina as ocorrências de Sars-CoV-2”, explica o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe.

De acordo com o boletim, desde o início do ano foram registrados 155.227 casos de SRAG no país. Desses, 82,7% tiveram resultado positivo para a Covid-19; 9,1% por Vírus Sincicial Respiratório (VSR); 5,2% por Influenza tipo A; e 0,1% por Influenza tipo B.

Ao todo, 24 das 27 unidades da federação sinalizam crescimento da tendência a longo prazo: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias