Covid: governo envia doses para adolescentes aos estados

O governo já concluiu a distribuição de imunizantes para aplicação da primeira dose em toda a população brasileira acima de 18 anos

atualizado 24/09/2021 17:44

Vacina contra a Covid-19Hugo Barreto/Metrópoles

O Ministério da Saúde divulgou que, na quinta-feira (23/9), enviou a todos os estados e ao Distrito Federal as primeiras doses a serem aplicadas nos jovens de 12 a 17 anos que tenham comorbidades. Ao total, foram fornecidas 1,8 milhão de unidades da vacina Pfizer/BioNTech destinadas a essa parcela da população.

A pasta afirma que, além dos fármacos reservados a adolescentes com comorbidades e com deficiência permanente, também estão sendo remetidas doses de reforço para idosos acima de 70 anos e pessoas imunossuprimidas. Ainda estão sendo enviados imunizantes para aplicação da segunda dose na população brasileira.

No total, são mais de 5 milhões de unidades a serem distribuídas nas próximas 48 horas pelo Ministério da Saúde. “Nesta remessa, foram enviadas 937,5 mil doses de AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Brasil, e 4,1 milhões de doses da Pfizer/BioNTech”, destaca a pasta.

“As vacinas serão enviadas para estados e Distrito Federal, que são responsáveis por direcionar os quantitativos adequados aos municípios e garantir a equidade sem causar prejuízos ou privilégios à evolução da vacinação da população”, disse o ministério.

O governo federal ressaltou que o objetivo é completar os esquemas vacinais “ao mesmo tempo, incluindo as doses adicionais e doses de reforço nos públicos-alvo”.

O Ministério da Saúde já concluiu o envio de imunizantes para aplicação da primeira dose em toda a população brasileira acima de 18 anos. Foram distribuídas 287,9 milhões de vacinas para as unidades da Federação.

Até o momento, 142,6 milhões de pessoas já tomaram uma dose. Isso equivale a 90,2% da população vacinável, o que corresponde a 158 milhões de brasileiros. A segunda dose também tem chegado a cada vez mais pessoas: 82,2 milhões já completaram o ciclo vacinável e estão imunizadas. O número representa 52% do público-alvo.

Últimas notícias