Coronavírus: hospital Albert Einstein afasta 348 funcionários

Do total, 169 são da área da assistência (com formação em saúde, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem)

atualizado 30/03/2020 20:58

O hospital Albert Einstein, em São Paulo, divulgou, nesta segunda-feira (30/03), que afastou 348 funcionários por causa da pandemia do coronavírus. Todos esses foram diagnosticados com a Covid-19, desde o registro do primeiro caso, no dia 25 de fevereiro. Quinze estão internados. 

De acordo com nota enviada ao Metrópoles, o hospital informa que, desses 348, 169 (1% do total do quadro de funcionários) são da assistência (profissionais com formação em saúde, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem). Trinta e seis já retornaram ao trabalho.

Por fim, a nota diz que o hospital registra o seu “reconhecimento pela coragem, dedicação e sacrifício de todos os que estão na linha de frente” do atendimento aos pacientes. “O Einstein mantém-se empenhado em assegurar que cada colaborador esteja protegido com os equipamentos de segurança indicados pelos órgãos competentes e que recebam a assistência necessária em caso de adoecimento.”

Últimas notícias