Comitê de elegibilidade aprova Caio Mário Paes para presidir Petrobras

Reunião do comitê de elegibilidade da empresa tornou secretário do Ministério da Economia elegível mesmo sem preencher critérios técnicos

atualizado 24/06/2022 22:57

Caio Mário Paes de AndradeDivulgação/Ministério da Economia

O comitê de elegibilidade da Petrobras aprovou, na noite desta sexta-feira (24/6), o nome de Caio Mário Paes de Andrade para a presidência da estatal.

Paes de Andrade é secretário de desburocratização do Ministério da Economia. Ele também será avaliado pelo Conselho de Administração da Petrobras, em reunião na próxima segunda-feira (27/6).

Caio Mário Paes de Andrade não preenche alguns dos requisitos técnicos para assumir o cargo. Entre as condições analisadas pelo comitê está o conhecimento sobre o setor de de óleo e gás.

As regras da empresa exigem que o indicado tenha “experiência em liderança, preferencialmente, no negócio ou em área correlata”. O indicado à presidência não tem tal essa experiência, mas o comitê interpretou que seu trabalho em outras áreas é suficiente.

Formado em comunicação social pela Universidade Paulista (Unip), o indicado à Petrobras é pós-graduado em administração e gestão pela Harvard University e mestre em administração de empresas pela Duke University. Também é fundador e conselheiro do Instituto Fazer Acontecer, oscip que promove atividades esportivas e de formação para jovens que residem em zonas com baixo IDH.

Somente em 2019, Paes de Andrade assumiu funções na área pública, com o objetivo de participar do projeto de Transformação Digital do Brasil. Assim, tornou-se presidente do Serpro, onde ficou até agosto de 2020. Na data, o comunicador passou para a função de secretário de Desburocratização, muito próximo de Guedes e responsável pela plataforma Gov.br.

No fim do ano passado, recebeu a condecoração de Grão-Mestre da Ordem de Rio Branco, no grau de grande oficial, das mãos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias