Com sinais de tortura, jogador de futebol é encontrado morto no PR

Daniel Freitas, 24 anos, teve ferimentos graves no pescoço e pênis decepado. A polícia investiga o caso

Reprodução/SãoPauloFCReprodução/SãoPauloFC

atualizado 29/10/2018 16:28

O corpo do jogador de futebol Daniel Freitas, de 24 anos, foi encontrado no sábado (27/10) com ferimentos graves na região do pescoço e o pênis decepado. A polícia suspeita de tortura seguida de assassinato com arma branca. As informações são do portal UOL.

A confirmação do crime bárbaro veio na noite de domingo (28) por parte da assessoria de imprensa do atleta e do Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil afirmou que a investigação sobre o caso está avançada e um inquérito policial foi instaurado na delegacia local para apurar os fatos.

De acordo com a reportagem, o corpo de Daniel foi encontrado na Estrada do Mergulhão, na área rural de São José dos Pinhais, cidade localizada na região metropolitana de Curitiba, no Paraná.

Revelado pelo Cruzeiro, o meia teve destaque com a camisa do Botafogo e acabou chegando valorizado ao São Paulo no fim de 2014. Porém, antes da apresentação no centro de treinamento são-paulino, o meia torceu o joelho em casa e iniciou a trajetória pelo clube do Morumbi lesionado.

O meia acabou emprestado ao Coritiba e sofreu com uma tendinite no joelho direito, o mesmo que teve o ligamento operado ainda na época de Botafogo. Foram poucos jogos no Paraná e mais um empréstimo para a Ponte Preta. Em Campinas, não convenceu.

Ainda sob contrato com o São Paulo, Daniel tentava recuperar o melhor ritmo pelo São Bento, onde provavelmente permaneceria até o fim da disputa do Campeonato Brasileiro da Série B.

Últimas notícias