Com aumento na taxa de mortalidade, GO bate 21 mil mortes por Covid

Goiás ultrapassou nesta terça-feira (3/8) a marca de 21 mil mortes por Covid-19; maioria das vítimas são homens

atualizado 03/08/2021 21:27

coveiros de cemitério municipal, em goiânia, goiás, enterram vítima de covid-19. rotina cansativaVinícius Schmidt/Metrópoles

Goiânia – As mortes provocadas pela Covid-19 ultrapassaram a marca de 21 mil em Goiás, nesta terça-feira (3/8). De acordo com o painel on-line da Secretaria de Estada da Saúde de Goiás (SES-GO), com atualização em tempo real, o número de óbitos está em 21.066. Além disso, a taxa de mortalidade que era de 295 óbitos para cada 100 mil habitantes na última semana, subiu para 300. A taxa de letalidade cresceu para 2,81%.

Conforme dados da SES-GO, a maioria das vítimas são homens: 12.031 (57,11%). As mulheres correspondem a 9.035 (42.89%) dos óbitos. Além dos confirmados, há 353 óbitos suspeitas e 99 descartados.

Quanto ao número de casos confirmados, o estado já se aproxima dos 750 mil. De acordo com a pasta responsável pela saúde, existem 749.728 casos registrados de Covid-19 em Goiás. Desses, 714.687 estão recuperados. A incidência é de 10.682 casos a cada 100 mil habitantes.

Hospitais

Não só a taxa de mortalidade aumentou, como a porcentagem de internações relativas ao coronavírus se mantém alta. Os leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 estão com ocupação de 83% no estado. Já as enfermarias, 62%. Quando se tratam das alas pediátricas, o número também assusta, visto que para UTIs, a ocupação está em 64%, e enfermarias, 83%.

Últimas notícias