Clínicas de SP negociam venda vacina da Covaxin sem aval da Anvisa

Preço cobrado por duas doses do imunizante indiano chega a R$ 1.400. Já existem listas de espera, segundo responsáveis pela comercialização

atualizado 15/02/2021 9:48

vacina indiana covaxin covid coronavírus sarsBharat Biontech/Divulgação

São Paulo – Clínicas de São Paulo estão negociando a venda da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19 que não tem a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo a CNN, já há listas de espera e o preço cobrado pelas duas doses chegará a R$ 1.400, com promessa de entrega em 30 de abril.

Segundo a Associação Brasileira das Clínicas Particulares, várias unidades da capital paulista sondam possíveis interessados na vacina indiana.

“Quer fazer uma pré-reserva comigo? Não tem problema. Pode fazer. É o que eu falo. Deixa o nome e quantas quantidades. Assim que chegar a vacina, a gente vai até a clínica responsável pela imunização para que seja feito o contato com quem fez a reserva para saber se quer tomar ou não”, diz o dono de uma distribuidora de medicamentos de São Paulo, por telefone.

A empresa não exige o pagamento adiantado, mas o empresário diz que a divulgação em grupos de Whatsapp fez a procura por reservas disparar, segundo a CNN.

0

 

Últimas notícias