Review: Galaxy A9 inova com câmera quádrupla e design elegante

Intermediário premium da Samsung conta com bom processador e bateria que não deixa na mão. Modelo custa a partir de R$ 2.799

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 04/07/2019 18:15

Quem nunca escutou aquela frase “menos é mais”? Então, o Galaxy A9 não seguiu o ditado popular e o resultado foi exatamente esse: nem sempre o que há em excesso é melhor. O primeiro smartphone do mundo a contar com quatro câmeras, cada uma voltada para uma necessidade específica do usuário, fica devendo. Em teste realizado pelo Metrópoles que incluiu o constante uso do aparelho como redes sociais, visualização de vídeos, músicas, games,  ligações e, principalmente, fotografias o resultado ficou aquém do imaginado, muito pelo fato dessa grande inovação ainda estar engatinhando.

O Galaxy A9 é um celular da categoria intermediário premium da Samsung, ou seja, traz recursos específicos que atendem grande parte dos usuários e com um preço mais em conta – R$ 2.799.

JP Rodrigues/ Metrópoles
O Galaxy A9 é o primeiro smartphone da Samsung a contar com quatro câmeras na traseira

Câmeras

Sem mais delongas, vamos falar dos destaques do aparelho: as câmeras. Na parte frontal há uma lente única com 24 MP e abertura de f/2.0, ou seja, para selfies as imagens ficam ótimas. Além disso, a opção Modo Retrato possibilita o desfoque no fundo e um bom equilíbrio de cores.

Já na parte de trás são quatro sensores: principal, com 24MP e f/1.7; zoom óptico, com 10MP e f/2.4; ultrawide, com 8MP e f/2.4; e profundidade, com 5MP e com efeito de foco dinâmico. A câmera principal consegue proporcionar ótimos resultados durante o dia, já quando a luz é diminuta percebe-se uma perda de definição, o que é natural. A ampliação do ângulo de 120º é um grande atrativo da câmera ultrawide, porém, a imagem pode ficar menos claras devido a abertura da lente, ou seja, só a use em ambientes com muita luz.

A opção da lente de zoom óptico é boa em aproximação de 2x. Isso porque, quando o zoom digital é ativado, necessita-se da combinação entre sensor e abertura, resultando em mais aproximação, mas com menos detalhes. A última câmera, de profundidade, trabalha junto com a principal. Com ela é possível desfocar o fundo e destacar o objeto desejado. Nesta opção o A9 foi nota 10.

Resumo da ópera: as câmeras são boas, porém para um smartphone dessa categoria e por se tratar de uma inovação no mercado, esperava-se algo mais surpreendente.

Tela e design 

O A9 segue a nova moda do display infinito, que, particularmente, acho mais elegante e bonito. O design é limpo e sólido, já que são apenas três botões, todos na laterais. São 6,3 polegadas em uma tela Super Amoled e resolução Full HD (1080px x 2220px). A sul-coreana desenvolveu o smartphone com conexões USB-C e P2, para a alegria de grande parte dos usuários, já que esta última é o tipo de entrada mais comum para fones de ouvido.

O aparelho conta com reconhecimento facial, que foi testado com êxito, e leitura de impressões digitais na traseira, localizada longe das câmeras, o que torna o destravamento mais prático e intuitivo. O dispositivo é um pouco pesado, são 183 gramas, mas nada que impeça a boa experiência.

Software, desempenho e bateria

Por dentro, o Galaxy A9 traz o sistema operacional Android Oreo instalado, mas com a possibilidade de atualização para o Pie, que deixa a interface mais limpa. O smartphone tem um processador compatível com a proposta do aparelho, o Octa-core Snapdragon 660, com velocidade de até 2,2GHz. Além disso, são 6GB de RAM e 128GB de armazenamento (expansível para até 512GB). Em testes com games, o dispositivo se saiu muito bem, rodou títulos como Free Fire e Future Fight sem apresentar lentidões e os gráficos surpreenderam.

JP Rodrigues/Metrópoles
O Samsung Galaxy A9 roda bem jogos e aplicativos

Já a bateria possui 3.800 mAh, que condiz com o que o aparelho fornece, pois é possível deixar diversos aplicativos em segundo plano, fazer tarefas normais do dia a dia como ligações, fotos, vídeos, músicas e troca de mensagens, e ainda sobrar carga no fim da noite. O gadget conta com a opção de carregamento rápido – em uma hora e meia a bateria está completa.

É claro, não poderíamos deixar de lembrar da Bixby, que mais uma vez (inexplicavelmente) continua sem suporte ao português.

Conclusão

O Galaxy A9 é um ótimo aparelho para a linha intermediária premium. Porém, o barulho feito por ele está além do resultado. O smartphone é uma boa pedida caso o usuário busque um bom gadget para o uso diário, já que a bateria, o processador e o software são bem qualificados, mas será uma escolha normal se o desejo for ter fotos impressionantes.

AKG N200 

Testamos também o fone de ouvido N200 da AKG, que segue uma linha mais esportiva. Ele é um modelo sem fio, já que a conectividade é via bluetooth, porém possui uma neckband (alça que conecta os dois fones). O modelo conta com tecnologia Ambient Aware, que proporciona melhor equalização e maior duração da bateria, até oito horas.

JP Rodrigues/ Metrópoles
O N200 proporciona grande cancelamento de ruídos e a bateria dura até 8 horas

Os fones tem um sistema que diminui bastante os ruídos. Bem, não os cancela totalmente, mas o resultado é bem positivo. Além disso, pesa apenas 15 gramas e conta com um design é bastante atrativo e compacto.

  • Samsung Galaxy A9

Tela: 6,3 polegadas
Processador: Snapdragon 660 (8 núcleos e 2,2 GHz)
Memória RAM: 6 GB
Armazenamento: 128 GB
Resolução: Super AMOLED Full HD+ (2220 x 1080 pixels)
Câmera principal: quadrúpla (20MP, 10MP, 8MP e 5 MP)
Câmera frontal (selfie): 24 MP
Sistema operacional: Android 8 Oreo
Cartão de memória: microSD de até 512 GB
Bateria: 3.800 mAh
Cores: azul, rosa e preto
Preço: R$ 2.799

  • AKG N200

Nível de ruído: Impedância de 16 Ohms
Frequência de resposta de 20Hz – 20Hz
Potência de 116 dB
Bluetooth: versão V4.1
Microfone: sim
Função de recebimento de chamada: sim
Peso: 15.6 gramas
Baterias: de lítio-íon Polímero (3.7 V, 110 mAh)
Duração: 8 horas
Cor: preto
Itens inclusos: uma ferramenta de limpeza de fone, um cabo carregador USB, três pares de pontas de fones e um case.
Preço: R$ 599

Últimas notícias