Novas moléculas associadas à hiperinflamação na Covid-19 são identificadas

Trata-se de uma reação inflamatória fora de controle, que envolve elevadas taxas de moléculas pró-inflamatórias circulantes no sangue

atualizado 20/01/2021 15:02

Os testes de Covid comprados pelo GDF estão na mira do TCUCamila Souza/GOVBA

Casos severos e fatais de Covid-19 têm como característica um quadro de inflamação sistêmica que, além dos pulmões, leva ao colapso diferentes órgãos do paciente.

Trata-se de uma reação inflamatória fora de controle, que envolve elevadas taxas de moléculas pró-inflamatórias circulantes no sangue – fato conhecido como tempestade de citocinas. Essa resposta imunológica exacerbada tende a causar danos ainda maiores que o próprio vírus.

Leia mais em SoCientífica, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias