Entenda como funciona o 5G no Brasil

Leião de frequências só deve acontecer em 2021. Mas provedoras já começam a dar um "gostinho" do serviço aos usuários

atualizado 17/07/2020 15:44

celular com a logo 5GReprodução

Em 2018, a operadora americana Verizon anunciou um novo serviço, o 5G Home, intitulado o primeiro serviço 5G do mundo. Ao invés de um serviço móvel, era uma substituição para a banda larga fixa, uma espécie de prévia para o consumidor começar a sentir o gostinho do 5G.

Esse mesmo gostinho chega agora ao Brasil, não pela Verizon e nem por 5G via serviço fixo, mas pela mesma estratégia de apresentar ao consumidor um pouco do que o 5G é capaz. O Brasil ainda não faz parte da lista dos países aptos a receber o 5G em sua plenitude, já que o leilão de frequências ainda não aconteceu. Estava marcado para março deste ano, mas deve acontecer somente em 2021.

Leia a matéria completa no site Hardware, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias