Cidade do Rio tem 182 casos suspeitos de Ômicron após o Réveillon

Número de casos suspeitos da variante da Covid-19 na capital fluminense deve ser maior, segundo o secretário de Saúde, Daniel Soranz

atualizado 03/01/2022 15:46

Secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, aplica vacina em um adolescente. O médico é um homem branco, de jaleco branco, com óculos e máscara branca. O jovem é negro, com um casaco preto e de máscara azulAline Massuca/ Metropoles

Rio de Janeiro – O número de casos suspeitos da variante Ômicron da Covid-19 subiu para 182 na cidade do Rio de Janeiro, logo após o Réveillon com queima de fogos. O número anterior divulgado pelo Governo do Estado mostrava 158 casos investigados.

No entanto, apenas uma pessoa foi confirmada até o momento com a Ômicron na cidade. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o número pode ser ainda maior.

“Esse número pode ser ainda maior, porque esses casos são investigações de pessoas que fizeram os testes e foi identificado que estão com coronavírus”, disse ao Metrópoles.

Cerca de 10% das pessoas testadas para Covid no Rio, na manhã desta segunda-feira (3/1), tiveram resultado positivo.

Conforme os dados divulgados pela Secretaria municipal de Saúde na última semana, há 15 dias esse percentual era de 0,7%. Já na semana passada, 5,5% dos testes realizados deram positivo.

Estado passa dos 200 casos

Com a ampliação do número de casos suspeitos com a variante Ômicron na cidade do Rio, o estado, que tinha 201 registros no dia 1/1, passou para 225 pessoas com suspeita da doença – somando as 24 novas ocorrências na capital.

Até o momento, as amostras suspeitas foram recolhidas para análise em 11 municípios, além do município do RJ. Os resultados dos exames, que estão sendo realizados pelo laboratórios credenciados à Fiocruz, estão previstos para o dia 7 de janeiro.

Conforme a Secretaria do estado de Saúde, o monitoramento de casos no estado inclui municípios da Região dos Lagos, como Búzios, Cabo Frio e Saquarema.

Mais lidas
Últimas notícias