Um mês de chuvas em 3 horas: Salvador tem caos e alerta máximo

A prefeitura da capital baiana publicou, em sua conta do Twitter, que choveu 170 mm em três horas, o esperado para todo o mês de novembro

atualizado 26/11/2019 18:35

ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Salvador entrou em alerta máximo, nesta terça-feira (26/11/2019) por causa das chuvas que castigam a capital baiana desde segunda-feira (25/11/2019). A Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou 128 ocorrências: oito alagamentos de área, 42 alagamentos de imóveis, sete ameaças de desabamento, 13 ameaças de deslizamento, duas árvores caídas, três desabamentos de imóveis, sete deslizamentos de muro, quatro desabamentos parciais, 40 deslizamentos de terra, um destelhamento de imóvel e uma infiltração.

A Prefeitura de Salvador publicou, em sua conta oficial do Twitter, que choveu 170 mm em três horas, o esperado para todo o mês de novembro.

As chuvas fortes estão associadas a uma frente fria que avança pelo leste da Bahia. O assunto é um dos mais comentados no Twitter nesta terça-feira. Internautas mostram cenas como o metrô alagado e a destruição em outras áreas afetadas na cidade.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que há grandes riscos de novos alagamentos e transbordamentos de rios, e grandes deslizamentos de encostas. O órgão pede que os soteropolitanos e os turistas permaneçam em local abrigado, protejam os pertences da água envolvendo-os em sacos plásticos, e em caso de emergência, liguem para a Defesa Civil (199) ou Corpo de Bombeiros (193).

Veja imagens:

Últimas notícias