*
 

Um capitão da Polícia Militar foi afastado de seus serviços após prender um cavalo no município de Nossa Senhora Aparecida, em Sergipe, no domingo (12/11). Vagno Passos, comandante do policiamento da região, tomou a atitude de prender o animal após este ter dado um coice e amassado a porta de um veículo. As informações são do UOL e do Bocão News.

A alegação do policial era a de que o dono do cavalo, Williams Francisco dos Santos, não havia assumido a responsabilidade do dano material. De acordo com o proprietário, houve maus-tratos durante a “prisão” do cavalo. O animal só foi liberado após o dono assinar um termo de compromisso de que arcará com o prejuízo do veículo.

Sobre o processo de libertar o bicho, Williams conta que precisou da ajuda de uma ONG de proteção aos animais. Ele registrou um Boletim de Ocorrência referente aos maus tratos, mas o capitão da polícia nega: “O bicho ficou em uma área de serviço, recebeu água, alimento e não foi maltratado. Não estava na área externa por questões de segurança, pois poderia ser roubado”.

A decisão do afastamento do profissional foi informada pela Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE). Contudo, o Comando da PMSE determinou que o oficial trabalhasse normalmente na sede do 3º BPM, em Itabaiana até a conclusão da denúncia. Veja o vídeo do cavalo encarcerado:

 

 

COMENTE

polícia militarprisãocavalosergipemaus tratos de animais
comunicar erro à redação